Escrito por:

#Notícias | 25/04/2022


Chapéu Acústico de 26.06

Chapéu Acústico apresenta show em homenagem a Luiz Melodia
Evento de terça (26) será às 19h no Salão Mourisco da BPE

A Biblioteca Pública do Estado (BPE), instituição da Secretaria da Cultura (Sedac), apresenta, no projeto Chapéu Acústico, os músicos Paulo Dionísio (voz) e Gilberto Oliveira (violão e guitarra) interpretando canções de Luiz Melodia, dia 26 de abril, às 19h, no Salão Mourisco da BPE (Rua Riachuelo,1190). A entrada é franca, com contribuição espontânea aos artistas.
Os músicos concordam que Luiz Melodia foi um ícone na Música Popular Brasileira, e sua obra ainda merece um lugar relevante na música brasileira. “Para que seu trabalho se mantenha vivo e acessível a todos, é justo que lhe seja prestada essa homenagem, em forma de tributo, para que sua obra seja divulgada e eternizada”, explica Paulo Dionísio.
A dupla vem apresentando o Show Especial Luiz Melodia, em casas de espetáculos, bares, teatros do Estado.

Chapéu Acústico
Com produção de Marcos Monteiro, o projeto acontece desde 29 de setembro de 2016, na BPE, e já contou com mais de 150 apresentações, com artistas locais e estrangeiros, nos gêneros jazz, música popular, bossa nova e choro, trazendo novidades e músicos consagrados.
O evento tem entrada livre, mediante contribuição espontânea. Informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3224-5045 ou pelo e-mail bibliotecapublicadors@gmail.com.
O número de vagas é limitado.

Sobre Luiz Melodia (1951 – 2017)
É natural do Morro de São Carlos, na comunidade da Estácio, no Rio de Janeiro. Carregou a fama de “maldito” e indomável, por conta das criações complexas das suas composições.
Transitou entre vários gêneros, sobretudo samba, blues, jazz e rock. Suas músicas são marcadas por uma forte identidade e poética contagiantes e pela mistura de ritmos, trazendo o rock e soul para a harmonização da música popular brasileira.
Trabalho recentes sobre o cantor: Documentário “Todas as Melodias” (2020, 90 min.), de Marco Abujamra; e a biografia Meu Nome É Ébano – A Vida e Obra de Luiz Melodia, escrita pelo jornalista Toninho Vaz, em 2020.

Sobre a dupla
Paulo Dionísio é cantor, compositor e produtor cultural. Foi precursor do Reggae no Rio Grande do Sul com a Banda Produto Nacional (1989), sendo sem dúvida, um nome de referência na música gaúcha. Atua como guitarrista, violonista, baixista, compositor, arranjador, diretor e produtor musical

Gilberto Oliveira é conhecido por imprimir seu estilo marcante na sua música e nas músicas dos artistas com quem produz e atua, sendo um músico bastante requisitado em palcos e estúdios. É músico profissional há mais 40 anos e como professor de música há 35 anos. Gilberto Oliveira teve a oportunidade de dividir o palco e gravar com vários artistas brasileiros e estrangeiros. Atua com trabalho próprio e com vários artistas como instrumentista, arranjador e diretor musical.

Fotos: Marcos Monteiro

SERVIÇO
O Quê: Chapéu Acústico com homenagem a Luiz Melodia
Quando: Dia 26 de abril, às 19h
Onde: Salão Mourisco da Biblioteca Pública do Estado (Rua Riachuelo, 1190, Porto Alegre, RS)
*Entrada livre, mediante contribuição espontânea.
O número de vagas é limitado.
Informações: (51) 3224-5045 / e-mail bibliotecapublicadors@gmail.com.

Contatos:
Cláudia Antunes (Assessoria de Imprensa da BPE) – bpe.imprensa@gmail.com
Marcos Monteiro (Produtor Cultural) – 519935-0608 / marcosmonteiroprojetos@gmail.com

Produção
Marcos Monteiro

Apoio
Jacinto Pane & Cucina (Rua Jacinto Gomes, 209, Porto Alegre/RS)

Realização
Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria de Estado da Cultura