Escrito por:

#Gibiteca | 12/12/2022


Bate-papo discute representação e representatividade dos negros nas histórias em quadrinhos

A Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio da Biblioteca Pública do Estado (BPE), convida o público a participar do bate-papo Quadrinhos para abrir a consciência, no dia 17 de dezembro, (sábado), às 16h, na Gibiteca BPE. A entrada é gratuita.

O encontro vai reunir os quadrinistas Carlos Macedo, Gê Mendes, Manoel Taylor, Mariana Couto e Moacir Martins.

A ideia do evento é abordar a situação dos negros no Brasil e no mundo e sua representação, representatividade e intencionalidade nas histórias em quadrinhos brasileiras e internacionais. A curadoria do evento é do pesquisador e quadrinista Guilherme “Smee” Miorando.

Guilherme Smee explica que os quadrinhos também servem para nos conscientizar sobre a realidade. “Não somente para entender o nosso contexto, mas também o de pessoas com vivências diferentes das nossas. O Brasil é um país em que a maioria da sua população se declara como preta ou parda. Mas a realidade das pessoas negras brasileiras ainda é invisibilizada e pouco abordada na produção midiática do nosso país. Nesse bate papo, abordaremos não só a situação dos negros no Brasil e no mundo, como também sua representação, representatividade e intencionalidade nas histórias em quadrinhos brasileiras e de fora de nosso país”, conclui.

 

Sobre a Gibiteca

A Gibiteca foi criada pela Biblioteca Pública do Estado em 5 de novembro de 2021, com o objetivo de oferecer aos jovens e adultos o acesso à leitura de quadrinhos. Para isso, a instituição oferece um acervo de mais de 8.000 itens. As revistas em quadrinhos ficam à disposição dos leitores, apenas para consulta local, na Gibiteca, localizada no Salão de Referência da BPE. O acervo é comporto de mangás, quadrinhos de super-heróis — na maioria Marvel e DC Comics, em coleções e números avulsos. E também séries mensais, especiais, graphic novels e materiais em capa dura, gaúchos, nacionais e estrangeiros. Desde a sua criação a Gibiteca vem crescendo rapidamente, graças à doação do público. Nesse espaço ocorre, periodicamente, encontros, debates, oficinas feiras e exposições sobre o universo das HQs. Acompanhe a programação no Instagram @bpe.rs.

A Biblioteca Pública do Estado fica na Rua Riachuelo, 1190, no Centro Histórico de Porto Alegre. O funcionamento é de segunda a sexta, das 10h às 18h, sempre com entrada gratuita.

 

Sobre os participantes do encontro

Carlos Macedo é escritor, professor de inglês e tradutor. É formado em Letras e no curso livre de Formação de Escritores da editora Metamorfose. Como roteirista, seus trabalhos mais recentes são os web quadrinhos “Bem-vinda ao setor industrial”, em parceria com Luan Zuchi e “Zona de transferência”, com Mariana Couto. Também teve contos publicados em coletâneas diversas como “Pequenas histórias de Porto Alegre”, “Diálogos e Planeta Fantástico” – Volume 2.

Mariana Couto é quadrinista, ilustradora e designer. É formada em arquitetura e especialista em design gráfico. Desenhou a HQ independente “Relacionamento à distância” e o web quadrinho “Zona de transferência”, ambos em parceria com Carlos Macedo. Também publicou “Mulheres incríveis” — coleção de ilustrações e textos informativos sobre figuras históricas femininas e ilustrou uma capa da revista Mafagafo. 

Moacir Martins nasceu em 1970, em Triunfo/RS. Na adolescência fez parceria com Vinícius da Silva em várias publicações independentes. Ilustrou diversas publicações da imprensa sindical gaúcha como “Versão dos jornalistas” (Sindicato dos Jornalistas), “Vox Médica” (Simers – Sindicato médico do Rio Grande do Sul), entre outros. Ilustrou na série televisiva “O continente de São Pedro” (RBS TV/ GLOBO), na revista Superinteressante – “Aventuras na História” . É roteirista e desenhista na revista “Picabu”. Atua como cocriador e editor, do Projeto Esqueleto de revistas em quadrinhos. Atualmente, desenha o Faroeste em quadrinhos “Brett”, onde é coautor com o roteirista Rodinério da Rosa.

Manoel Taylor é um quadrinista e ilustrador de Caxias do Sul, com trabalhos focados no ativismo racial e cultural, que visa criar e adaptar personagens negros nas suas ilustrações. Atua como como capista e ilustrador literário, com trabalhos presentes nos livros: “Sonhos distantes: noite sem luar” , “Enquanto sonho” , “Gibi X N° 2 e 3°” , “Isokan” e “Desumanos”. Além de ilustrador, Taylor também apresenta resenhas de quadrinhos, destacando pontos históricos, políticos, filosóficos e curiosidades da cultura pop no geral, no Instagram e também em palestras pelo estado, desde 2019.

Gê Mendes é natural de Belo Horizonte e vive em Três Coroas/RS. Em 2013, lançou a primeira HQ totalmente ambientada  na cidade em que reside, “Três Coroas, Legado”, que já está em sua segunda edição, agora ambientada na cidade vizinha. Lançou em 2021 a revista “As incríveis aventuras na cidade verde…” uma autobiografia mostrando os impasses culturais do autor com relação à cultura local. Trabalha atualmente como ilustrador exclusivo da editora Kitembo, na qual lançou “Space opera, Ancestral”  e participou do almanaque da editora, com a história “Território inimigo”, juntamente com outros sete artistas pretos.

 

SERVIÇO

Bate-papo “Quadrinhos para abrir a consciência”

Quando: Dia 17.12 (sábado), às 16h

Onde: Gibiteca BPE (Rua Riachuelo, 1190, Centro Histórico de Porto Alegre/RS)

Participantes: Carlos Macedo, Gê Mendes, Manoel Taylor, Mariana Couto e Moacir Martins.

Curadoria: Guilherme Smee Miorando (quadrinista e pesquisador em quadrinhos)

Entrada Franca

Informações pelo telefone 51 32245045 

 

Contatos:

Cláudia Antunes (Assessoria de Imprensa da BPE) – 51 991919203 bpe.imprensa@gmail.com

Morgana Marcon (Diretora da BPE) – 51 999878299

 

Site: http://www.bibliotecapublica.rs.gov.br

Instagram: @bpe.rs

 

Realização

Secretaria de Estado da Cultura

Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul